segunda-feira, 30 de abril de 2012


Reginaldo Quinta está preso há 10 dias, acusado de chefiar quadrilha que superfaturava contratos

Reginaldo Quinta, prefeito de Presidente Kennedy
O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou o pedido, em caráter liminar, para que o prefeito Reginaldo Quinta (PTB), de Presidente Kennedy, fosse liberado imediatamente e reassumisse o cargo. Ele está preso há 10 dias, acusado de chefiar uma quadrilha que superfaturava contratos, direcionava licitações e desviava recursos do município.

Em sua decisão, o ministro Jorge Mussi argumentou que seriam necessárias outras informações para o julgamento da soltura, e por isso pediu novos dados ao Tribunal de Justiça do Estado (TJES).

"Expliquei o caso que levou o prefeito à prisão e remeti ao ministro as 200 páginas da decisão do desembargador Pedro Valls Feu Rosa. Ele achou necessárias novas informações e agora o TJES vai ter que argumentar os motivos para manter a prisão", destacou o advogado Pedro Cordeiro, que defende Reginaldo no caso.
Eduardo Fachetti
efachetti@redegazeta.com.br

Nenhum comentário: