sexta-feira, 10 de maio de 2013

STF abre ação penal contra Garotinho


O Supremo Tribunal Federal (STF) abriu hoje ação penal por calúnia e difamação contra o deputado Anthony Garotinho (PR-RJ). Ele é acusado de ter praticado crimes contra a honra em junho de 2010, quando escreveu em seu blog que a Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), do Rio, teria contratado de forma irregular a empresa Gestão de Medição e Faturamento (GMF) para implantar o sistema de medição de consumo informatizado.
O texto de Garotinho recebeu o título “Mais uma negociada da Cedae”. Segundo o parlamentar, o então presidente da Cedae, Wagner Victer, teria montado um “esquema” para contratar a GMF. Estaria um curso uma licitação, cujo resultado seria divulgado em julho de 2010. No entanto, o sistema já teria sido quase todo implantado pela GMF.
O relator do caso, ministro Marco Aurélio Mello, considerou que havia elementos para caracterizar os crimes contra a honra.
— (Garotinho) agiu na condição de político, e não de jornalista. E talvez, a pretexto de atingir o presidente da Cedae, acabou por consubstanciar os crimes referidos contra a honra — afirmou.
O único ministro a discordar com a tese foi o presidente Joaquim Barbosa.
(Fonte: O Globo) Na Curva do Rio - Suzy Monteiro

Um comentário:

Anônimo disse...

Conheço o presidente da CEDAE e sei do que ele é capaz!!
isso é jogada politica da "GLOBO" em apoio ao governo do RIO.
Marcos Cabral de Oliveira.