segunda-feira, 2 de abril de 2018

Vereadores Kellinho e Ozéias são afastados da Câmara de Campos

Vereadores são suspeitos de participarem de um esquema de compra de votos envolvendo o programa social Cheque Cidadão.
Afastamento foi determinado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) após os políticos terem sido condenados em primeira e segunda instâncias (Foto: Divulgação/Câmara de Vereadores de Campos)
Afastamento foi determinado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) após os políticos terem sido condenados em primeira e segunda instâncias (Foto: Divulgação/Câmara de Vereadores de Campos)



A Câmara de Vereadores de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, publicou dois atos executivos nesta segunda-feira (2) afastando os vereadores Kellinho (PR) e Ozéias (PSDB) e convocando os suplentes Thiago Godoy (PR) e Geraldinho de Santa Cruz (PSDB).

Os vereadores são suspeitos de participarem de um suposto esquema de compra de votos envolvendo o programa social Cheque Cidadão durante as eleições de 2016, investigado pela Operação Chequinho.

O afastamento foi determinado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) após os políticos terem sido condenados em primeira e segunda instâncias.

Tanto Kellinho quanto Ozéias chegaram a ser presos pela Polícia Federal durante a operação. Ambos foram soltos após conseguirem habeas corpus.


Operação Chequinho

A Operação Chequinho investigou um esquema de compra de votos em Campos, que segundo o Ministério Público Eleitoral usava o programa social Cheque Cidadão. Vereadores, servidores públicos e eleitores chegaram a ser presos, mas todos já foram soltos.

O G1 não conseguiu contato com a defesa dos vereadores.

Matéria do Site G1 Norte Fluminense

Nenhum comentário:

Furto em Lanchonete em Santa Maria nesta madrugada de Quarta-Feira

Na madrugada de hoje, uma lanchonete, conhecida como Lanchonete Rodrigues, foi arrombada e teve pertences roubados no bairro caldeirão em...