terça-feira, 16 de outubro de 2018

Secretário do IMTT vem a Santo Eduardo explicar novo modelo do transporte público de Campos

Os moradores de Santo Eduardo conheceram, na noite desta segunda-feira (15), o novo modelo de transporte público. A audiência pública, realizada na Associação de Moradores, foi promovida pela Prefeitura de Campos, através do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT).
Foto: Renan Liu
O novo sistema, com previsão para começar em 2019, vai ampliar a oferta de horários e itinerários para garantir transporte de qualidade especialmente aos passageiros dos distritos que vão passar a contar com linhas alimentadores até um dos seis terminais - Bela Vista, Cepop, Dical, BR-356, RJ-158 e Shopping Estrada -, e deste, para o Centro com intervalos regulares, fiscalizados por GPS e com apenas uma tarifa. Ao todo, serão 220 permissões. A licitação para permissionário será individual e seguirá critérios definidos no edital.

O projeto que estamos apresentando prevê a reformulação completa do sistema atual que cresceu desordenado e sem planejamento. Estamos aqui para ouvir vocês e, juntos, construir um novo serviço que atende à população com eficiência — disse o presidente do IMTT, Felipe Quintanilha. 


A moradora de Santa Maria Rozelângela de Oliveira questionou se a  quantidade de micro-ônibus será suficiente, uma vez que, um ônibus às 6h30 não atende à demanda.

Felipe Quintanilha explicou que os ônibus continuarão circulando durante um período, principalmente, nos horários de pico. Os micro-ônibus farão ligação direta com os terminais, promovendo dessa forma, menor tempo de deslocamento. Além  disso, os passageiros terão informações completas do sistema através de aplicativo de celular, painéis eletrônicos nos terminais e ainda no portal da prefeitura. 

Os presentes puderam tirar dúvidas e também preencher um formulário com sugestões para o novo sistema. Pela Internet, a população também pode participar (AQUI) enviando sugestões e esclarecendo dúvidas. Ainda de forma virtual é possível acessar o projeto na íntegra.

Com informações do site da PMCG

Nenhum comentário: