sexta-feira, 23 de julho de 2010

Pontes em Santo Eduardo em péssimo estado de conservação colocam a vida da população em risco

Clique na imagem para melhor visualização
Ponte da Estrada do Garrafão: abandono total das autoridades.

O caso é grave, e mesmo depois de terem sido várias vezes interditadas pela Defesa Civil, duas pontes em Santo Eduardo permanecem sem nenhuma manutenção e continuam colocando a vida dos usuários em risco sob as vistas grossas das autoridades.
Estive hoje verificando o problema de perto e constatei a gravidade do caso. O que deu para perceber de imediato é que a estrutura da ponte na Estrada do Garrafão, (antiga Estrada da Limeira) no Bairro Departamento, que a base dela é toda de concreto, ou seja, o que acontece é um verdadeiro absurdo pois uma simples reposição das madeiras ou o preenchimento de concreto na parte de cima desta ponte seria muito mais fácil, prudente e muito menos dispendioso para os cofres do município do que a prefeitura vir a ser acionada na Justiça caso aja uma tragédia com alguém que está utilizando a mesma para trafegar, não é mesmo?
A segunda ponte visitada foi a mais famosa, a do antigo Matadouro; aquela que serviu para Santo Eduardo ficar falado na Imprensa carioca em 2007, citada nos relatórios investigativos do Tribunal de Contas do Estado que apurou que ela teria sido reformada por 3,2 milhões de reais no governo anterior mas que continua sem um prego novo sequer., E pior, quando cheguei ao local , tive a impressão errônea que ela se encontrava em melhor estado, mas ao olhar mais atentamente percebi que ela se revela como a mais perigosa da localidade, pois a aste de madeira que a sustenta está prestes a ruir, podendo causar uma tragédia maior.
Triste situação a nossa, e o que dá para constatar de imediato diante desse e de outros fatos é que existem prioridades pelo município afora e aqui, realmente, as coisas sempre ficam pra depois.
Até quando?

Clique na imagem para melhor visualização.
flagrante de um veículo utilizando a ponte do matadouro: risco eminente e uma tragédia anunciada.

4 comentários:

Anônimo disse...

Até o momento parece que o Governo Municipal somente está governando para esses serviços do lado norte do município, de Travessão de Campos para o centro da cidade, ou somente há interesse em fazer grandes obras e manutenções e pequenos reparos não são do interesse.

André disse...

Como sempre as coisas no Brasil e e principalmente no nosso município, só acontece depois que acionam o ministério público ou ocorre uma tragédia. Nem adianta apelar para o ano eleitoral, pois essas eleições não beneficiam nada para os municípios o que para os distritos. Uma vez que deputados e governadores nem lembram que esses existem. É torcer para que nada de grave aconteça até as eleições municipais onde aparece um monte de gente pedindo votos. E infelizmente é nessa hora que temos tirar algum proveito desses senhores e senhoras, porque depois, como disse o amigo do comentário anterior, Campos é de Travessão até o Farol.

Anônimo disse...

Até quando?
Quando o povo entender e aprender a votar.
Saber o significado do seu voto, e não fazer dele uma troca de favores, pois ele vale muito mais que cinquentinha ou promessa de empregos
Políticos, não tem interese algum de fazer nada para a nossa comunidade.
Temos que mostrar isso nas urnas, e esse dia já está chegando.
Até Breve! Meus amigos políticos.

Anônimo disse...

Que vergonha!
Prefeita de Campos!